Translate

04/08/2012

Lições de esperança vindas de músicos do mundo


Caros visitantes virtuais,
Os músicos na imagem são os Staff Benda Bilili & NBE, Mwana. Estiveram recentemente em Portugal, no 14º Festival de Músicas do Mundo que se realizou uma vez mais em Sines.
Não conhecia esta banda, nem esta iniciativa da Câmara Municipal de Sines que, no próximo ano, em julho, como habitualmente, e pelo 15º ano sucessivo, trará a Portugal bandas musicais de todo o mundo. Os meus parabéns à Autarquia por esta fabulosa iniciativa que eu não conhecia, mas que fiquei a conhecer graças à minha amiga Sandra Almeida que comigo partilhou a fantástica experiência deste festival e desta tocante banda.
Esta fabulosa banda é composta por músicos que, para além da paixão pela música  têm outras fortes realidades a uni-los: oriundos da República Democrática do Congo, todos eles tendo sofrido poliomielite na sua juventude, e por isso mesmo sofrendo deficiências físicas várias, transformaram o sofrimento e a tristeza das  suas vidas em esperança e alegria. Utilizam veículos de três rodas para se deslocar, vencendo assim as deficiências motoras que os imobilizariam, juntaram-se para compor músicas e atuar nos palcos do mundo, e com eles têm trazido crianças e jovens sem abrigo das ruas de Kinshasa que têm sob sua proteção. A sua música é um misto de rumba, blues e reggae e o solista é um jovem que toca um alaúde elétrico de corda única feita por ele próprio com restos de lata que encontrou na, banda, Cãmaras ruas da capital do seu país.
Ouçam a música deles e deixem-se arrastar pela esperança e alegria contagiante destes músicos fabulosos que transformaram a pobreza, a doença e a dureza da vida em oportunidades de alegria, de desafio e de viagem pelos palcos do mundo, afirmando-se expressamente como promotores da luta contra os crimes contra a humanidade. Homens de coragem e de causas:
http://www.youtube.com/watch?v=rt-G_6Ba_rk&feature=player_embedded
Portugal e os portugueses têm muito a aprender com estes músicos que não se deixaram vencerem, venceram eles próprios.
Aceitemos a música, a esperança e o desafio comovente que nos deixam.
Espero poder ir ouvi-los ao vivo, em Sines, no 15º Festival de Músicas do Mundo 2013, ou nalguma outra cidade de Portugal ou do resto da Europa onde atuem.
Eles andam por aí, pode seguir-se o seu rasto de esperança na página oficial deles em: http://www.facebook.com/BendaBilili ou em: http://www.staffbendabilili.com/

Um abraço caros visitantes virtuais, e obrigada pela visita a este post,
C.C.