Translate

Vogando Horizontes (Poesia)

Vogando Horizontes
Autora: Célia Chamiça

Audaz fantasia
Percorrer os vastos horizontes intemporais,
Mergulhar a fundo nos glaciares
E fundir-me no intenso sol ardente
Que brilha alto num abrasador vermelho incandescente.

Audaz fantasia
Vogar por entre as nuvens
E no céu azul esculpir farrapos em formas oníricas,
Desenhando seres reais e irreais
De um universo imaginário.

Audaz fantasia
Percorrer os sete mares sem temer suas marés,
Deslizar os dedos finos por entre as algas macias,
Multiformes e multicolores,
Rodeada de cardumes vogando nas águas salgadas.

Audaz fantasia
Subir aos mais altos abismos
E despenhar-me em voo picado de águia,
Majestosa, de olhar agudo,
Para depois planar rasgando o infinito.

Audaz fantasia
Desenhar icebergues com mão nua
Fazendo-os sulcar as águas
E beijando os cascos dos navios
Numa saudade de sereia.

Audaz fantasia
Fundir-me na universal e intemporal permanência do Ser.

In: “Audaz fantasia-Antologia”, Ed. UNIVERSUS. 2013
Resultante do Concurso Literário AlenCriativos