Translate

Sonho Incontido (Poesia)

Sonho Incontido

Autora: Célia Chamiça



Audaz fantasia
Percorre as fímbrias do meu ser.
Vaga e difusa, instala-se sub-repticiamente sob a pele macia.

Audaz fantasia
Tumefazendo as veias palpitantes
Que ascendem em vagas de rubor ao rosto de mulher.

Audaz fantasia
Dilata as pupilas e arqueja as narinas frementes
Soltando a respiração inquieta e liberto o coração alado.

Audaz fantasia
Reflete a virilidade de teu olhar intenso
Coberto de ansiedade e cheiro a maresia.

Audaz fantasia
Teus braços robustos, cúmplices, envolvem minha existência
Deslizando oscilante, intensa e profundamente.

Audaz fantasia
Na loucura de teus passos firmes apressados
Sulcando horizontes de ternura e vencendo abismos incomensuráveis.

Audaz fantasia
Nesse doce sonho incontido
De que não ouso despertar.

In: “Audaz fantasia-Antologia”, Ed. UNIVERSUS. 2013
Resultante do Concurso Literário AlenCriativos