Translate

19/07/2011

Mandela fez ontem 93 anos: Parabéns Madiba


Nelson Mandela fez ontem 93 anos e celebrou-os com a sua família e com o mundo inteiro. É um aniversário tocante de um homem que marcou a história da humanidade com a sua personalidade corajosa e generosa. Enfrentou 27 anos de prisão lutando pelo fim da política racista de apartheid que tantos milhares de negros torturou e ostracizou de uma vida política e social com dignidade.
Nunca mais esquecerei a libertação de Mandela em 1990, seguida em directo pelas televisões do mundo inteiro.
Este homem forte, mas também sereno, soube sempre deixar as suas convicções humanitárias afirmadas ao mesmo tempo que arrastava multidões. Foi e continua a ser um líder carismático.
Tendo acedido à forma maior de poder no seu país, foi o Presidente da República da África do Sul eleito em 1994 nas eleições em que pela primeira vez, e graças a ele, os negros tiveram direito de voto, em 1999, tendo terminado o mandato, decidiu não se recandidatar. Não se deixou arrastar pela sede de poder nem pela tentação de permanecer como chefe quase vitalício, que tem seduzido muitos líderes de países castrados em ditaduras, situações conhecidas na história de todos os tempos, incluindo na actualidade.
Prémio Nobel da Paz, Mandela ensina em cada dia ao mundo como podemos todos contribuir para a igualdade de direitos e para a dignidade do ser humano.
É muito interessante visitar a página electrónica da Fundação Mandela e conhecer a actividade que Madiba, nome do clã a que pertence e com que tem sido publicamente identificado, tem feito para promover a paz e os direitos humanos no mundo. O endereço electrónico desta Fundação é: http://www.nelsonmandela.org/index.php
O seu mais recente desafio é construir um hospital pediátrico para toda a África.
Obrigada Nelson Mandela, pela constante vida de esperança feita não apenas de palavras, mas de tantos actos generosos ao longo dos 93 anos de vida que agora se completaram e que o mundo celebra.
Inspiremo-nos nesta figura grandiosa da humanidade, acompanhemos os seus passos e ousemos também dar nós próprios passos construtores de esperança nas nossas vidas e sociedades.
Um abraço caros visitantes virtuais.
CC