Translate

27/12/2016

From Lisbon of the seven hills a warm hope hugg to my visitors of Blows of Hope





Caro visitante virtual,
Dear internet visitor,

Abro este post de 2016, em despedida do ano, com a melhor frase sobre esperança que li nos últimos anos, a de um grande amigo e poeta, Joaquim Silva Pereira, e que dedico aos quase 26.000 visitantes deste ponto de encontro virtual baseado na esperança e onde se partilha sobre esperança:

"Se a esperança não existisse, já teria sido inventada há muitos milénios!!!"

E porque um pouco por todo o mundo, para espanto meu, me seguem e lêem traduzida nos monitores de tradução automática, hoje escrevo diretamente umas breves linhas em outras línguas que melhor cheguem a ter eles tal como as expresso:

hello dear Russian readers, for you, that have red me by 2016, 1172 times, I share in Russian, English and French the hope words of a  portuguese friend and poethe published this year for the first time and thank you for reading my blogue: Надежда пуфы :

Если надежда не существует, то он был бы изобретен в течение многих тысячелетий !!!
If hope didn't exist already it would be invented milleniuns ago!!!
Si l'éspoir n'existait pas elle aurai été inventé il y a déjá beaucoup de miléniums!!!
(Author: Joaquim Silva Pereira, Portugal, Lisbon, 2016)

Os tempos não são fáceis e têm sido de enormes perdas em todo o mundo, desde causadas por catástrofes naturais a terrorismo ou acidentes aéreos, marítimos e terrestres. Mas não são de hoje apenas, são os que nos doem hoje porque mais perto. Por isso, talvez porque sou de relações internacionais e temos uma grande componente de história universal, estas minhas palavras não são catastrofistas, bem pelo contrário, o ser humano sempre soube lamentar as suas perdas e reerguer-se com coragem e bravura em gestos solidários admiráveis e empreendedores. E também nisso, os nossos tempos não são exeção. Desde os "We are the world" https://www.youtube.com/watch?v=Zi0RpNSELas
 onde cantores e músicos cederam as suas belíssimas vozes a causas solidárias, alguns deles já partidos de entre nós, mas que se eternizaram até gestos recentes de grandes empresários  que num hotel de cinco estrelas de Lisboa acolheram sem-abrigo num jantar inesquecível, à iniciativa Refill também para sem-abrigo, recentemente na Igreja de Fátima e à iniciativa de Natal solidário a sem-abrigo da Comunidade Vida e Paz:  http://www.cvidaepaz.pt/site/o-que-fazemos/festa-de-natal-com-as-pessoas-sem-abrigo/
Gestos estes que se têm multiplicado e replicado por vários pontos do país e do mundo num saudável e belíssimo contágio, mostrando que não apenas as doenças hoje em dia são virais à escala internacional, mas também a generosidade humana.

Temos todos pois, bastas razões para.
We have therefore strong reasons for
Надежда пуфы , Souffles d´Éspoir, Blows of Hope, Hoffnung Puffs, Speranza sbuffi
e mais perto de nós português geograficamente, Alientos de Esperanza, em 2017

Um grande abraço e muito obrigada pelas vossas visitas, da autora deste blogue, Célia Chamiça, para os vários leitores dos vários pontos do país continental e insular
A warm hugg from Celia Chamiça, author of this blogg, for their visitors in USA, more than 6000, Brasil, more than 2400, in Russia, more than 1100, almost 500 in Germany, plus de 300 en France, almost 200 in the United Kingdom, almost 200 in Ucrânia, almost 200 in Ireland and almost 100 in Itlay, to mention the most frequent sem esquecer os meus visitantes em Angola and also my visitors in Switzerland.

Espero continuar a ter o privilégio da vossa visita em 2016 e muito obrigada pelo estímulo que me têm transmitido para continuar em escrever.
I hope to remain having the priviledge of your virtual visits in 2017 and thank you for your estimulating visits to this blogue.

I leave you above with a symbolique expression of my gratitude for you visits from the several countries and continentes, I leave you na image of Lisbon of the seven hills


Até 2017
See you in 2017
C.C.